sexta-feira, 12 de setembro de 2008

WASHINGTON REIS TEM O MAIOR ÍNDICE DE REJEIÇÃO EM DUQUE DE CAXIAS.


Todas as pesquisas eleitorais apontam: Washington Reis tem a maior rejeição nas intenções de votos
Em todas as pesquisas realizadas com vistas as eleições para prefeito de Duque de Caxias o prefeito Washington Reis (PMDB) que concorre a reeleição, vem liderando com grande vantagem no tocante a rejeição. Além dos números das pesquisas alguns fatos isolados segundo até amigos e assessores do prefeito duquecaxiense, servem para medir o grau de rejeição junto a população. De acordo com um dos secretários do chefe do executivo, um fato que muitos eleitores comentam foi o fato de que após as eleições de 2004, mesmo tendo o seu candidato perdido as eleições, o hoje deputado Zito, fez inúmeras carreatas, para agradecer aqueles que votaram no Laury Villar. Enquanto isto, o prefeito eleito, foi passear na Europa e quando voltou, esqueceu dos eleitores. O mesmo aconteceu com os funcionários da Prefeitura, que em sua grande maioria, saiu às ruas pedindo a parentes vizinhos e amigos, votos para ele. Mas, até a data em que encerrávamos esta edição, o prefeito não se dignou a agradecer, o esforço de muitos dos funcionários, ao contrário permitiu que aqueles que o ajudaram fossem perseguidos e até humilhados. Tudo isto, e outras coisas mais tem como resultado a sua rejeição.Em todas as pesquisas realizadas com vistas as eleições para prefeito de Duque de Caxias o prefeito Washington Reis (PMDB) que concorre a reeleição, vem liderando com grande vantagem no tocante a rejeição. Numa das pesquisas, feita pelo IBPS e divulgada no site do jornalista Sidney Rezende, em 09 de julho, 47,9% rejeitavam o atual chefe do executivo duquecaxiense, enquanto que a rejeição de Zito (PSDB) chegava a 8,1%. Já a pesquisa publicada pelo Uol, também do IBPS, no dia 24 do mesmo mês de julho, Washongton Reis teve uma melhora e sua rejeição marcava 32,9%; vindo em seguida Leninha, com 29,9%, e o deputado Zito, com 10,6%. Na pesquisa do Instituto Vox Populi, realizada entre os dias 12 e 13 de julho, Washington tinha índice de rejeição, com 41%, contra 28% de Leninha e 5% de Zito. Para explicar o porque da grande rejeição do prefeito, ouvimos alguns de líderes da situação. Os vereadores da base de apoio ao prefeito Washington Reis, já estão sentido dificuldades devido a grande rejeição que o chefe do executivo duquecaxiense tem em suas bases eleitorais. Um deles chegou a afirmar que as realizações de grandes obras feitas pelo prefeito não estão surtindo o efeito desejado, já que ele deixou para realizá-las próximos as eleições e isto, para o eleitor se constitui obras eleitoreiras. Ele teve três anos para realizar as obras e não as fez, só agora em cima das eleições está fazendo-as a toque de caixa, o povo não é mais bobo, disse um dos vereadores.Já um outro alega que infelizmente o prefeito não quis ouvir as pessoas sensatas que estavam a seu lado, preferindo dar ouvidos aos vendedores de ilusão, os baba-ovos, bem como entregar as conversações e acertos políticos das bases a pessoas que não tem nenhum respaldo ético ou confiável. Com isso, muitas pessoas capacitadas ou foram para o outro lado ou não querem nem saber de auxiliá-los. Este vereador citou como exemplo dois empresários que sempre tiveram ao lado do prefeito, desde a primeira vez que ele se elegeu vereador, acompanhando-o até à Assembléia Legislativa. Ao assumir à Prefeitura com seus sonhos mirabolantes, resolveu trocar as antigas parcerias pelos enganadores de plantão. Isto porque os antigos achavam que ele devia sair das nuvens e por os pés no chão, enquanto os novos, de olho nas comissões das vultosas verbas, que viriam com os novos emprendimentos, o incentivavam a dar continuidade, a realização de tais projetos. De acordo com o mesmo vereador, não era que os antigos parceiros fossem contra a construção do Hospital Moacyr Rodrigues do Carmo, a duplicação da Avenida Presidente Kennedy, a criação da Escola do Futuro, e outras não menos famosas. Só que eles achavam que o prefeito não deveria estipular prazo de entrega, ainda mais em curto espaço de tempo. O que ocorreu, o prefeito passou por mentiroso e agora para conseguir recuperar esta rejeição, vai demorar muito e tais números serão fatais para a sua pretensão em se reeleger. Ainda mais tendo a seu lado alguns assessores que se acham os donos da verdade e não são bem visto por aqueles que os conhecem.Vale ressaltar enfatiza um vereador da oposição que assistia a entrevista, que o Washington perdeu muito com os funcionários. Depois de dar um aumento substancial para eles (funcionários) ele acabou com a saúde oferecida pelo Instituto de Previdência Municipal, o nosso IPMDC. Servidor efetivo para ser atendido, tem que sofrer na fila e as consultas ou exames de laboratórios são marcados para daqui a 90 dias. Já os prestadores de serviços e até eleitores do bairro Cângulo, em Saracuruna, onde a esposa do presidente, fixou sua base eleitoral, são de acordo com informações obtidas junto ao próprio Instituto, atendidos na hora, desde que prometam que vão votar na candidata. São fatos como estes que ajudam a aumentar a rejeição do prefeito Washington Reis, que apesar de reconhecidamente vir fazendo algumas obras de relevância, peca ao permitir que cada assessor faça o que bem entender.


3 comentários:

Madalena Godinho disse...

washington Reis é um 171 profissional e que ninguém fez tanto quanto ele: conseguiu ficar milionário em apenas 3 anos e meio de governo.

Vote Zito, 45

Anônimo disse...

Este atual prefeito tem ainda a coragem de cobrar R$ 100 reais de cada pessoa que ele colocou em cargo de confiança para financiar a sua campanha, que por sinal é bilhonária, pois até um hospital ele construiu para servir de brinquedo para campanha.

Mas não se esqueça que Caxias agora tem dois elefantes brancos: O novo Hospital Municipal e o Hospital de Saracuruna. Que por sinal o último está totalmente abandonado pelo Estado, pelo Governo Federal, pois estão preocupados em eleger este Baitoré!!

Mirinha Paixão disse...

O Washington Reis, que se elegeu prefeito apenas porque o Zito não p ôde ser candidato em 2004, pois ralizava o seu segundo mandado, continua uma pessoa totalmente inexpressiva e sem o mínimo de talento para a coisa pública.
Por isso, não conseguiu "aparecer" durante quase todo o governo, com a Rosinha trabalhando para ele e levantando recursos para obras na cidade.

Ingrato, começou a falar mal da Rosinha e do Garotinho e transformou o Sérgio Cabral em um novo "Deus" para ele.

Cabral envolveu o Lula no negócio e agora o medíocre prefeito aparece como se fosse "o cara".

E ainda fica brincando com Deus, ao tentar convencer que é evangélico e assim conquistar os votos dos fiéis desse segmento religioso.

Portanto, todo cuidado com esse cara é pouco.